Cámara de comercio Brasil-España

«Nascemos da necessidade apresentada pelos comerciantes da nossa comunidade em obter crédito».

5 febrero, 2021
ENTREVISTA A AKINTEC
Recentemente, a AkinTec foi premiada na II Edição do CCBE Innovation StartUp SME Awards, por que você decidiu participar? Oquesignifica receber esse prêmio da Câmara de Comércio Brasil-Espanha?

Estamos planejando nossa internacionalização e como fiz mestrado e doutorado na Espanha pensei com a minha equipe em começar pelo país que me sinto mais confortável.

Para nós este prêmio foi uma resposta ao nosso esforço coletivo, ficamos muito felizes e sentimos o quanto valeu a pena trabalhar duro por algo que realmente transforma positivamente a vida das pessoas.

Uma vez premiado pelo CCBE, qual a importância da AkinTec participar dessas iniciativas? Você vai participar da próxima edição?

Sem dúvida, vamos participar e continuar todos os anos apresentando nossas inovações e resultados.

A AkinTec é uma StartUp financeira,especializada em Blockchain para fornecer soluções aos cidadãos das periferias do Brasil, como e quando essa empresa surge?Por que seu negócio tem como objetivo as periferias brasileiras?

Nascemos da necessidade apresentada pelos comerciantes da nossa comunidade em obter crédito. A partir desta demanda começamos a a empreender esforços para apresentar serviços que pudessem dinamizar as suas vidas financeiras.

Nosso público alvo periférico sempre demonstrou ter maior potencial de escalabilidade e menor concorrência frente as soluções apresentadas por outras fintechs e bancos.

Quais são as chaves da AkinTec para o sucesso no mercado brasileiro? Enfatizando a Espanha, quais são as expectativas da empresa para se desenvolver com sucesso neste país?

O sucesso no Brasil cresceu através do modelo de rede, hoje todos nossos gerentes de conta e agências bancárias ganham uma parte do nosso lucro em cada transação, este efeito democrático escalou rapidamente a quantidade de clientes e a satisfação de todos, principalmente em plena a pandemia e escassez na oferta de empregos.

Acreditamos que este mesmo modelo pode crescer na Espanha, pois enfrentamos em todos os países um déficit na oferta de empregos e a rede da akintec pode ajudar a resolver este problema.

Que vantagens você acha que o Brasil tem tanto para o seu setor quanto para sua atividade? E a Espanha?

O Brasil começou a investir em políticas de descentralização bancária e o banco central tem incentivado a entrada de novos players através da adoção de novos meios de pagamento, acreditamos que está políticas também estão crescendo na Espanha e nossa presença pode encontrar mais força e financiamento no mercado financeiro espanhol que também tem mais maturidade no que tange investimentos em startups.

Blockchain é uma tecnologia relativamente nova, que vantagens oferece a determinados usuários e empresas?

Criamos nossa blockchain com o objetivo de obter mais segurança junto às transaçoes e proteção com os dados dos nossos clientes. O processamento descentralizado que promovemos ajuda a criar mais camadas de criptografia para que os dados dos nossos clientes sejam imutáveis e transparentes.

Na AkinTec você criou uma moeda virtual chamada»AkinCoin».  O que é e como funciona?

Vivemos em um país onde apenas 5 bancos concentram 82% da oferta de créditos, além disto mais de 70% desta oferta está concentrada no corporate, nossa moeda tem como objetivo dinamizar a oferta peer to peer de créditos e ampliar a adimplência e a aquisição de recursos financeiros para todas as pessoas e negócios em situação de vulnerabilidade.

Comprometido com o desenvolvimento sustentável de negócios, inovação e digitalização, diante desse novo cenário que estamos vivenciando, seu modelo de negócio está mudando?

Estamos em constante mudança, criamos mais de 30 serviços em dois anos para ajudar a resolver as necessidades apresentadas pelos nossos clientes, durante a pandemia crescemos mais e aprendemos a focar em pequenos supermercados locais e vamos continuar inovando para gerar integrações com mais sites e marketplaces que procuram meios de pagamento de baixo custo e alto impacto social.

Para concluir a entrevista, como parceiro recente da Câmara de Comércio Brasil-Espanha, o que você espera do CCBE como parceiro? 

Esperamos continuar encontrando uma ambiente acolhedor, inclusivo e com diversidade. Desejamos que o CCBE nos ajude a encontrar novos parceiros comerciais e investidores.

 

Si te gustó este artículo, ¡Compártelo!